Principais dúvidas sobre óleos essenciais - parte III - Blog Aromahelp

Principais dúvidas sobre óleos essenciais – parte III

Dúvidas sobre óleos essenciais

Hoje vamos começar com as principais dúvidas sobre óleos essenciais que pode parecer, em um primeiro momento, banal, mas que muita gente passa por isso:

Como dosar o óleo para que não caia muitas gotas do difusor?

Aproxime sempre muito bem a ponta do recipiente com o óleo do difusor. Isso fará com que a gota caia diretamente no difusor, sem haver desperdício.

Mas o cuidado não deve ser só para que as gotas não caiam fora do difusor, é preciso cuidar para que não caiam gotas em excesso nele. Isso porque o excesso pode te estimular muito, dar dor de cabeça, irritação ao longo do dia, etc.

Então realmente é preciso tomar cuidado com a quantidade de gotas no difusor.

Quem usa perfume pode usar difusor pessoal?

Não tem problema, pois o perfume não interfere em nada! A maior parte dos perfumes são essências sintéticas, então elas não fazem nada para interferir.

Além disso, você não precisa sentir o cheiro do óleo para que ele faça algum efeito.

É possível fazer mais do que um tratamento por vez?

Com mais de um tratamento rolando, os óleos vão trabalhar menos, ou seja, vai ser bem mais limitada a ação daquele óleo no seu sistema.

Existem alguns óleos que são emergenciais, outros que são equilibradores, como o óleo essencial de litsea cubeba, por exemplo, que é um óleo de tratamentos curtos, bastando inalar na fita olfativa para sentir a diferença.

Para o difusor pessoal, é bom se concentrar nos óleos de tratamentos mais longos. Cuidado ao usar um óleo diferente todos os dias, pois no fim você estará usando um monte de coisa e não vai tratar nada!

Quanto tempo uma mistura de óleo essencial com carreador dura?

Não é indicado manter essas misturas em potes de plástico. Óleos vegetais, no geral, acabam perdendo as suas características, se decompondo mais rápido, em embalagens plásticas.

Por isso que nós compramos azeite em embalagens escuras de vidro, para preservar ele com as melhores qualidades. Algumas substâncias do plástico também podem acabar se descolando e juntar-se à mistura, o que não é interessante.

Para conservar por mais tempo, é possível adicionar vitamina E, que é rica em antioxidantes e vai evitar que seu óleo fique rançoso (o óleo vegetal, não o essencial). Então a vitamina é interessante.

Alguns óleos essenciais me dão dor de cabeça. Por quê?

É importante dizer que se você for comprar óleo essencial de uma marca que você não conhece, não sabe  a procedência e estiver escrito “essência”, tome cuidado!

Às vezes pode ser apenas uma essência sintética, não um óleo essencial.

Caso realmente seja um óleo essencial, algumas poucas gotas (duas ou três) não são o suficiente para causar uma hiperestimulação olfativa. Provavelmente são questões do seu corpo com o óleo, que causam essa sensação e essa resistência física.

Sempre que você sentir uma dor ou um desconforto, e não tiver uma aromaterapeuta para te acompanhar, é mais interessante suspender o uso, ou utilizar o óleo diluído. Ao invés de utilizar o óleo puro no difusor, é melhor diluir.

Fique atento aos sinais do seu corpo, para não se prejudicar. Caso existam incômodos persistentes, suspenda o uso para entender o que está acontecendo. Na maior parte dos casos é uma resistência emocional e física ao óleo.

Posso combinar tratamento com outras terapias?

A aromaterapia é compatível com a medicina convencional e com a maioria das outras formas de tratamento holístico. Contudo, se você estiver tomando medicamentos, é conveniente consultar seu médico e seu aromaterapêuta. Alguns óleos essenciais são incompatíveis com o tratamento homeopático.

Tenha responsabilidade!

O caminho com a aromaterapia e os óleos essenciais é muito pessoal. A forma como os óleos agem em cada um de nós será diferente.

acompanhe nosso blog que sempre estaremos colocando as principais dúvidas sobre óleos essenciais.

Gostaram dessa séries para responder todas as dúvidas? Contem para a gente quais as dúvidas sobre óleos essenciais vocês gostariam de ver respondidas por aqui!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos Relacionados

Óleo Vegetal de Açaí

Benefícios para a manutenção do equilíbrio da pele e dos cabelos é tudo de bom, né?! Então você precisa conhecer o Óleo Vegetal de Açaí!

Aromaterapia para adolescentes

As terapias alternativas fazem bem à saúde independentemente da idade, por isso hoje vamos falar um pouco sobre a aromaterapia para adolescentes.  A Aromaterapia é

Óleo essencial de Olíbano

O óleo essencial de olíbano, também chamado de óleo essencial de incenso, é extraído da resina de árvores do gênero Boswellia. O uso deste óleo remonta a